sábado, 29 de agosto de 2015

Dia 1 | Day 1



Cá estou, como prometido para o primeiro posts desta primeira série de 7 posts.
Este projecto que já estava na lista de espera há bastante tempo. Nós temos um sofá composto por duas camas, uma em cima e outra em baixo. A colcha e as almofadas já não estavam com muita saúde por isso tinha decidido que tinha que fazer umas novas.
Comprei o tecido no IKEA há muito tempo, para ser sincera já não sei há quantos anos. Um tecido simples com cores sóbrias e que ainda existe nas lojas IKEA.

Here I am, as promised for the first post of this 7 days 7 posts series.
This project was in the waiting list for quite some time. We have a sofa which is basically two beds and some pillows. The quilt and pillows were no longer in a resonable state so I decided I was going to make new ones. The fabric was bought at IKEA a long tima ago, to be honest I don't even know how many years ago. Is a simple fabric with sober colors that is still available at IKEA stores.


As almofadas têm um formato pouco amigável para quem quer costurar capas. Optei por cortar um rectângulo de tecido com a largura da almofada e com o comprimento suficiente para dar a volta a toda a almofada. Depois cortei as laterais e passei à costura.
Quanto à manta propriamente dita, foi só cortar dois rectângulos de tecido e um de enchimento, devo confessar que estava com algum receio de alcochoar à máquina uma manta tão grande. Não tenho um walking foot (indicado para linhas rectas) por isso o receio de fazer asneira era considerável. Pesquisei, li algumas dicas e consultei o livro sobre patchwork que tenho cá por casa "Brincando com tecidos e cores" e decidi que estava pronta para me lançar nesta aventura. Decidi usar as  linhas rectas do tecido e fiz costuras horizontais.

The pillows shape is not that friendly when it comes to sew covers. I decided to cut a rectangle with the width of the pillows and long enough to get around it. Then I cut the sides and sewed.
As for the quilt I just cut two fabric rectangles and one from batting. I must admit I was a bit afraid of machine quilting such a large quilt. I do not have a walking foot (suitable for straight lines) so the fear of messing up was considerable. I researched a bit, read some tips and consulted the book on patchwork I have at home "Brincando com tecidos e cores"  and decided O was ready to start this adventure. I quilted straight lines taking advantage of the fabric lines and made horizontal seams.



Fica aqui a lista dos passos que considerei essenciais:

1 - Usar o chão para estender a manta.
2- Esticar bem a parte de trás da manta sem rugas, com o avesso para cima, e fixar os cantos com fita cola.
3- Enrolar o enchimento e desenrolá-lo calmamente em cima do tecido já estendido.
4- Estender a última camada de tecido com o direito para cima.
5- Utilizar alfinetes para prender as três camadas em simultâneo. Atenção é importante começar do meio para as laterais e ir alisando, para não se formarem rugas.
6- Enquanto se costura à máquina tendo uma manta grande torna-se essencial enrolar o trabalho debaixo do braço da máquina.

As capas antigas tinham fechos e foi exatamente por aí que começaram a "morrer" por isso, decidi que não ía usar fechos. Resolvi usar fitinhas para atar, também podia ter optado por botões mas na altura as fitinhas pareceram-me a melhor opção.

Here goes a list of steps I found to be crucial for the success of any quilt:

1- Use the ground to extend the quilt
2- Stretch the back of the quilt without wrinkles, with the reverse side uo, and attach the corners with adhesive tape.
3- Scroll the batting and unrol it slowly on top of the fabric already set.
4- Extend the last layer of fabric with the right side up.
5- Use pins to hold all three layers simultaneously. Keep in mind that it is important to strat from the middle to the sides in order not to end up with any wrinkles.
6- While machinequilting such a large quilt it becomes essential to roll your work under the arm of the machine. 

The old covers had zippers and there was exactly where problems begun so, I decided not to use zippers. I chose to use ribbons to tie it up, buttons would also be a good option but at the time ribbons seemed to be the best option.



A Farrusca gostou bastante deste projecto e foi logo testar a consistência, já adoptou este quarto como um dos seus locais para sesta preferidos. Talvez a escolha de um tecido clarinho não tenha sido a melhor ideia...

Farrusca really liked this project and wanted to test its consistency roght away. She already chose this room as one of her favorite places to nap. Perhaps the choice of a light fabric was not such a good idea after all...



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...